Raridade: Projétil de ponta de lança de pedra lascada paleo-indígena é encontrado em Barão/RS

Uma rara ponta de lança de pedra lascada, usada paleo-indígenas, foi encontrada pelo Sr. Jaime Deitos no território de Barão/RS.

Ponta de Pedra Lascada da Cultura Umbu, criada por paleo-indígenas entre 11 mil e 8 mil anos antes do presente.

Ponta de Pedra Lascada da Cultura Umbu, criada por paleo-indígenas entre 11 mil e 8 mil anos antes do presente.

Um raro projétil de utilizada por paleo da Umbu foi encontrada em Barão/RS. Segundo especialistas consultados, a peça arqueológica pode ter até 11.000 anos e possivelmente pertencia a antigos povos que circulavam nessa região após o último período de glaciação (após a última “era do gelo”).

Projétil de pedra lascada feito por paleo-indígenas a milhares de anos foi encontrada por Jaime Deitos em Barão/RS.
Projétil de utilizado por paleo-indígenas a milhares de anos foi encontrada por Jaime Deitos em Barão/RS.

Encontrada por acaso.

O Sr. Jaime Deitos, baronense, metalúrgico, 57 anos, já possuía essa ponta de lança desde jovem. Na época em que a encontrou, lembra, comentaram que poderia se tratar de “coisa de índio” (sic).

Ponta de pedra lascada da cultura umbu encontrada em Barão, no Vale do Rio Caí.
Ponta de pedra lascada da cultura umbu encontrada em Barão, no Vale do Rio Caí.

Embora o tempo tenha apagado da memória alguns detalhes importantes como o local exato onde encontrou a peça, Jaime garante que foi no município de Barão.

Depois de um período de mais de 40 anos esquecida e extraviada, foi reencontrada pelo Sr. Jaime que autorizou a divulgação das informações para conhecimento de todos.

Existe um sítio arqueológico já classificado como de alta relevância próximo a do município de Barão/RS. Fica localizado em terras particulares. Infelizmente não há estrutura local, pública ou privada, para receber visitantes de forma adequada.

Por esse motivo não vamos expor mais informações, no intuito de contribuir com a preservação do local, afinal, a visitação desordenada certamente destrói o pouco que resta dos vestígios de vida humana que existiram em tempos remotos.

Investigando a origem da estranha ponta de lança.

Após envio de mensagem com fotos e vídeo desta peça para diversos contatos relacionados a história, indígenas, , museus, entre outros, recebemos respostas.

Embora a classificação exata da peça encontrada dependa de análise técnica criteriosa que ainda não foi realizada, os especialistas consultados afirmam que se trata de um achado de grande importância.

Segundo o professor de arqueologia, Dr. Klaus Peter Kristian HILBERT, pesquisador e coordenador do Programa de Pós-graduação em História da PUCRS, o objeto é, sem dúvida, uma ponta de projétil de pedra lascada que pode ter até 11 mil anos:

Trata-se, sem dúvida, de uma ponta de projétil de pedra lascada e feita em arenito silicificado. […] Essas ponta grandes são raras e podem ser datadas no início do povoamento americano, mais ou menos 11.000 antes do presente, do final do período glacial (Era do Gelo).

Segundo o professor de antropologia, Dr. José Otávio Catafesto de SOUZA, pesquisador com vasto conhecimento em sua área, vinculado à UFRGS, a peça é de grande importância:

Parabenizo por seu interesse no assunto e desde já informo que a peça é de grande importância. Trata-se de uma ponta de projétil feita em pedra lascada e se relaciona aos paleo indígenas que existiram no território da Patagônia, Pampa e campos do sul do Brasil, em datas que podem variar de 10 mil até 500 anos atrás.

A professora de arqueologia, Dra. Silvia Moehlecke Copé, também vinculada à UFRGS, enviou mensagem informando que “o artefato é uma bela ponta de lança.

Por fim, segundo o pesquisador, Dr. João Carlos Moreno de Sousa, arqueólogo com formação acadêmica junto à USP e UFRJ, o artefato “parece ser uma ponta Fell, também conhecida como ‘Rabo-de-Peixe'”.

Assim, o consenso é de que se trata de uma rara ponta de projétil (lança) feita em pedra lascada, possivelmente da Cultura Umbu, usada pelos paleo indígenas que existiam nessa região entre 11 mil e 8 mil anos antes do presente.

Todos especialistas demonstraram interesse no achado e se colocaram a disposição para informações complementares.

Instrumentos de pedra lascada da Cultura Umbu são muito antigos.

A excelente dissertação de MOTTA (2011) demonstra que a utilização de peças confeccionadas a partir de pedra lascada estão relacionadas a “Cultura Umbu” em um período muito anterior a qualquer registro que se tem notícia nessa região.

Isso porque vestígios semelhantes encontrados próximos a Montenegro/RS foram datados a partir de testes de rádio-carbono que revelaram seu período de utilização entre 11 mil e 8 mil anos antes do presente.

Poucos registros sobre datas anteriores ao ano de 1800 em Barão/RS.

Pouco se sabe a respeito da região de Barão em datas anteriores à 1800, na medida em que o império somente promoveu a expansão das colônias rumo às encostas dos vales do Caí e Taquari a partir de meados de 1820.

No entanto, toda a região já era habitada por povos antigos por milênios, como revelam os testes de datação por rádio-carbono realizado em sítios arqueológicos na região onde hoje fica a divisa entre os municípios de Montenegro e Brochier.

Agradecimento ao Sr. Jaime Deitos.

As experiências e costumes do passado são os elementos essenciais para projetarmos o nosso futuro. Afinal, o homem somente saberá para onde ir se souber exatamente de onde veio.

Nesse sentido, agradecemos ao Sr. Jaime por ter autorizado a publicação dessas informações. Certamente é um conteúdo inédito e importante para todos.

Agradecemos as fontes consultadas, em especial aos arqueólogos, antropólogos e pesquisadores citados.

Fontes:

  • HILBERT, Klaus Peter Kristian. Re: achado arqueológico? ponta de lança/flecha? indígena?. Mensagem recebida por <contato@luizdeitos.com> em: 24 Jul. 2019. Disponível em: <www.gmail.com>. Acesso em: 26 Mar. 2021;
  • COPÉ, Silvia Moehlecke. Re: achado arqueológico? ponta de lança/flecha? indígena?. Mensagem recebida por <contato@luizdeitos.com> em: 30 Jul. 2019. Disponível em: <www.gmail.com>. Acesso em: 26 Mar. 2021;
  • SOUZA, José Otávio Catafesto de. Laboratório De Arqueologia E Etnologia – IFCH. UFRGS. Re: achado arqueológico? ponta de lança/flecha? indígena?. Mensagem recebida por <contato@luizdeitos.com> em 19 Set. 2019. Disponível em: <www.gmail.com>. Acesso em: 26 Mar. 2021;
  • SOUZA, João Carlos Moreno de. Re: achado arqueológico? ponta de lança/flecha? indígena?. Mensagem recebida por <contato@luizdeitos.com> em: 25 Jul. 2019. Disponível em: <www.gmail.com>. Acesso em: 26 Mar. 2021;
  • MOTTA, Lisiane da. Patrimônio arqueológico de Montenegro/RS : dialogando com a arqueologia e o compromisso social. 2011. Disponível em: <aqui>. Acesso em: 26 Mar. 2021;
O conteúdo desta página pode não refletir a opinião do portal NoticiasDoSul.com e de seus proprietários. Os veículos e autores acima indicados fazem o uso desse espaço sem edição ou análise prévia. Assim, os mesmos assumem publicamente a mais ampla e exclusiva responsabilidade sobre quaisquer consequências que possam estar direta ou indiretamente relacionadas ao conteúdo aqui divulgado, isentando este site e seus proprietários de qualquer ônus.