Situação de emergência em Maratá devido à estiagem

Foi decretada situação de emergência em Maratá/RS, por conta da forte estiagem que atinge o município, como forma de obter benefícios para mitigar as perdas e danos.

Açude seco mostra a forte estiagem que atinge Maratá/RS, onde foi decretada situação de emergência.

Açude seco mostra a forte estiagem que atinge Maratá/RS, onde foi decretada situação de emergência.

O município de Maratá declarou situação de emergência em razão da forte estiagem que castiga o município gerando enormes prejuízos ao setor agrícola.

O decreto estabelece que o município poderá realizar ações que visem a redução do impacto da seca, como a abertura de valas, reservatórios de água para consumo animal e irrigação da produção agrícola, acompanhado por comissão específica que irá avaliar as perdas e danos.

O documento e relatórios serão enviados aos governos estadual e federal para homologação, obtendo, assim, incentivos direcionados a população diretamente afetada pela situação de emergência, como renegociação de dívidas do PRONAF e o PROAGRO.

O município alerta que a população deve ficar atenta aos desperdícios de água, sendo necessária consciência sobre a necessidade de economia de água durante a situação de emergência em Maratá/RS.

Arroios quase totalmente secos em Maratá/RS.
Arroios quase totalmente secos em Maratá/RS.
Frutíferas fortemente afetadas pela seca em Maratá/RS.
Frutíferas fortemente afetadas pela seca em Maratá/RS.

Créditos: Júlio Hanauer

Fonte: Site Oficial. Pref. Mun. de Maratá/RS. Disponível: <aqui>. Acesso em: 7 Abr. 2020.

O conteúdo desta página pode não refletir a opinião do portal NoticiasDoSul.com e de seus administradores. Os veículos e autores acima indicados fazem o uso desse espaço sem edição ou análise prévia. Assim, os mesmos assumem publicamente a mais ampla e exclusiva responsabilidade sobre quaisquer consequências que possam estar direta ou indiretamente relacionadas ao conteúdo aqui divulgado, isentando este site e seus administradores de qualquer ônus.